O que é ESG? Entenda melhor esse termo

Você sabe o que é ESG? Entenda o motivo de esta sigla estar cada vez mais presente no mercado financeiro mundial e no dia a dia de grandes empresas.

ESG: o que é?
ESG: o que é?

O termo ESG já não é nenhuma novidade no mercado. Entretanto, vem ganhando cada vez mais importância na sociedade contemporânea por ser uma resposta das empresas frente aos desafios relacionados à integração da geração de valor econômico, a preocupação com as questões ambientais, sociais e de governança corporativa

Assim, antes de definir um conceito para essa sigla, é preciso entender que o termo nasceu da necessidade de mostrar responsabilidade e comprometimento com o mercado, seus consumidores, fornecedores, colaboradores e investidores.

O que é ESG?

O acrônimo, que vem do inglês Environmental, Social and Governance, é um conjunto de métricas que visa definir se a operação de uma empresa é socialmente consciente, sustentável e corretamente gerenciada. 

Isso é importante na hora de mensurar se a empresa é realmente uma opção viável de investimentos sustentáveis, capazes de gerar impactos positivos financeiros, sociais e ambientais.

Dessa forma, a sigla ESG se baseia em três pilares

Ambiental

Ao se tratar das exigências ambientais que definem se uma empresa está de acordo com as métricas de ESG, o principal diz respeito à gestão de resíduos e logística reversa

Além disso, são levados em consideração demais fatores, como:

  • A política de desmatamento;
  • O uso de fontes de energia renováveis pela empresa;
  • O posicionamento da empresa em relação à questões de mudanças climáticas;
  • Os processos dedicados a reduzir ou eliminar a poluição do ar ou da água decorrentes de suas operações. 

Social

Chegando na parte social, o principal ponto de atenção é na forma que a empresa se relaciona com seus funcionários.

Assim, as principais questões levantadas nessa parte são:

  • Qual a taxa de rotatividade de funcionários?
  • Há algum tipo de plano de previdência para os funcionários?
  • Qual o nível de envolvimento dos funcionários com a gestão da empresa?
  • Quais os benefícios e vantagens oferecidos aos funcionários, além do salário?
  • A empresa assume uma posição pública ou política sobre questões de direitos humanos?

Além disso, são analisados outros fatores que dizem respeito a salários, benefícios, políticas internas e soluções que prezam pelo bem-estar de todos funcionários da empresa. 

Governança 

Finalmente, ao falarmos de governança corporativa estamos falando em como uma empresa é administrada pelos seus gestores e diretores.

Nesse caso, o ESG busca entender como se comporta a gestão da empresa em relação aos interesses de todos que a compõem.

Alguns dos principais fatores de governança em ESG que são levado em consideração são:

  • Transparência financeira e contábil;
  • Relatórios financeiros completos e honestos;
  • Remuneração dos acionistas;
  • Independência, equidade e diversidade nos conselhos;
  • Integridade e práticas anticorrupção;
  • Gestão de riscos.

Trashin e ESG

Aqui na Trashin, nossos serviços impactam diretamente as métricas ESG e buscamos propagar esse conceito, mostrando a importância de atender esses quesitos para estar de acordo com a agenda mundial de mercado. 

Assim, criamos em parceria com a Amcham a revista ESG Trends, que explica, através do nosso olhar, o que é ESG de forma mais aprofundada e a importância de aplicá-la ao seu negócio.