Tipo de reciclagem: existe mais de um?

Sabia que existe mais de um tipo de reciclagem? Assim como diversos tipos de materiais podem ser reciclados, existem diversos processos para que isso aconteça. 

tipo-de-reciclagem
tipo-de-reciclagem

A reciclagem se tornou uma solução para conter o excesso de lixo gerado pelo processo de industrialização. Porém, esse ainda é um assunto que gera muitas dúvidas, principalmente no momento do descarte. Afinal, existe mais de um tipo de reciclagem? 

Podemos adiantar que sim, existem tanto diferentes tipos de materiais que podem ser reciclados, como também, processos específicos que se adaptam melhor a eles. Para entender melhor isso, dá só uma olhada no que preparamos. 

O que é a reciclagem 

A reciclagem consiste na transformação de um material descartado em um novo produto, dando continuidade ao seu ciclo de vida. Assim, quando descartamos uma garrafa PET corretamente, por exemplo, possibilitamos que esse material seja transformado em novas garrafas, voltando para a cadeia produtiva

Materiais recicláveis

Existem diferentes materiais que podem ser reciclados. Entretanto, mesmo que estes sejam descartados na mesma lixeira, eles precisam ser separados em um processo de triagem antes de ir para o reciclador, pois possuem composições diferentes. Assim, trouxemos alguns exemplos: 

Papel

Para que o papel possa ser reciclado é necessário que ele cumpra com algumas especificações.

papel-e-tipo-de-reciclagem

Copos de papel

Para que o papel possa ser reciclado é necessário que ele cumpra com algumas especificações. Por exemplo, nem todo papel é reciclável, os mais comuns são: 

  • sulfite;
  • papelão;
  • papel de presente;
  • folhas de caderno;
  • embalagens de produtos.

Além disso, não podem ser reciclados papéis gordurosos e sujos – como guardanapos usados -, papel carbono, vegetal, fitas ou etiquetas adesivas, papéis plastificados, fotográficos e parafinados, papel higiênico e lenços de papel.

Plástico

Ao se tratar do plástico, quase todos objetos deste material podem ser reciclados.

plastico-e-tipo-de-reciclagem

Plástico

Os mais comuns são:

  • CDs e disquetes antigos;
  • sacolas;
  • potes;
  • copos;
  • embalagens;
  • produtos PET;
  • canos;
  • brinquedos;
  • tubos.

o que não pode são fraldas descartáveis, embalagens plásticas metalizadas – de bolacha recheada, por exemplo -, esponjas, cabos de panela e plásticos termofixos, com acrílico ou celofane.

Metal 

O metal pode ser reciclado muitas vezes sem perder suas características e qualidade, porém, para reciclá-lo é preciso separar por tipo e característica. Assim, alumínio, ferro, aço e cobre passam por processos diferentes de reciclagem.

metal-e-tipo-de-reciclagem

Raspas de metal

Dos itens mais comuns no dia a dia que podem ser reciclados estão:

  • latas de alumínio e de produtos alimentícios (óleo, leite em pó, conservas);
  • tampas de garrafa;
  • pregos; 
  • papel-alumínio; 
  • embalagens metálicas de congelados; 
  • folha-de-flandres.

Vidro

O vidro é 100% reciclável e possui características praticamente iguais quando reciclado, podendo passar por esse processo várias vezes sem perder qualidade.

vidro-e-tipo-de-reciclagem

Garrafas de vidro

 Entretanto, não é todo objeto de vidro que pode ser reciclado, os que podem são: 

  • frascos;
  • garrafas de bebida; 
  • potes de produtos alimentícios; 
  • copos.

Os não recicláveis são: espelhos,  cristais, vidros de janelas, vidros de automóveis, vidros temperados, ampolas de medicamento, porcelanas, tubos de TV e de computadores, cerâmicas, refratários e louças de porcelana.

Tipos de reciclagem 

Existem diversos tipos e processos de reciclagem, entretanto são 3 as principais:

Mecânica

É o tipo mais comum de reciclagem, sendo usado para diversos tipos de materiais, mas principalmente o plástico. Nesse processo, os materiais são separados por tipo e cor. 

Depois, passam pelo processo de empacotamento ou moagem , chegando ao processo de lavagem e secagem. A partir disso, os resíduos seguem para as etapas de aglutinação, extrusão e resfriamento até virarem grânulos, que serão transformados em matéria-prima.

Energética

A reciclagem energética é feita por meio da incineração do material, transformando o resíduo em energia térmica e elétrica. 

O Brasil ainda não possui nenhuma usina de reciclagem elétrica, sendo essa uma solução ambientalmente viável, já que são usados catalisadores para reter a emissão de gases poluentes derivados da queima. 

Química

A reciclagem química é a mais complexa, pois necessita que os resíduos sejam reprocessados para serem reutilizados como matéria prima ou insumo para voltar à cadeia produtiva. 

Nesse processo é feita a separação das moléculas que compõem o material através de diferentes meios, como a hidrogenação, gaseificação e pirólise, possibilitando assim, a transformação dos resíduos de volta em matéria prima. 

Além disso, esse processo é mais caro e requer uma grande quantidade de resíduos para ser efetiva. 

Tipo de reciclagem Trashin

Através da nossa gestão de resíduos e do nosso processo de logística reversa, nós da Trashin encontramos diferentes formas de ser a solução sustentável para empresas. 

Trabalhamos principalmente com o tipo de reciclagem mecânica, já que nosso foco são os resíduos de papel, plástico, metal e vidro. A partir da adoção da gestão de resíduos, as empresas conseguem, de maneira estratégica, atingir métricas em ESG, impactando positivamente o mundo.