PEAD – o plástico que está em todo lugar

O polietileno de alta densidade é um dos plásticos mais comuns e utilizados na indústria e, além disso, um dos que possui o maior índice de reciclabilidade.

Conheça o resíduo - PEAD

O polietileno é o “campeão” dos plásticos. Presente em praticamente todos os setores econômicos, desde o segmento de embalagens até as indústrias de equipamentos médicos, aeronáutica e até espacial, esse material é, talvez, o mais reciclável dos plásticos e um daqueles com maior praticidade em termos de industrialização.

O polietileno de alta densidade (PEAD), é o subtipo de polietilenos mais indicado para itens que precisam de alguma flexibilidade, boa resistência e, de quebra, alguma tolerância maior ao calor.

Alta reciclabilidade, não necessariamente o mesmo uso

O PEAD é um plástico usado em muitas aplicações que exigem resistência e resiliência. Tubulações, tanques, bandejas e suportes, pallets, peças extrudadas e injetadas, bases, guias e mancais. As aplicações, dependendo da espessura das chapas, lâminas e folhas, vai de sacolas a tubos com paredes de vários centímetros de espessura.

Apesar de sua alta taxa de reciclabilidade e coleta relativamente simples, a reciclagem do PEAD exige a descontaminação, pelotização e moagem das resinas para reutilização. Apesar da reciclagem ser sempre possível, o material coletado geralmente é dirigido a outros segmentos e produtos na reciclagem:

  • Tubos mais comuns
  • Brinquedos e jogos
  • Contentores e latas de lixo e rejeitos
  • Pallets e proteções de assoalho
  • Mesas e cadeiras dobráveis
  • Sacos e sacolas resistentes
  • Tanques e recipientes resistentes a solventes

O PEAD é totalmente resistente a ácidos diluídos e concentrados, álcoois e bases, além de possuir boa resistência a aldeídos, ésteres, hidrocarbonetos alifáticos e aromáticos, cetonas e óleos minerais e vegetais. Além disso, em geral pode ser submetido a temperaturas de até 120 ºC.

Material de substituição em diversas áreas

A resistência do PEAD à corrosão e deterioração pela ação química fez com que, nos últimos 50 anos, esse plástico fosse empregado em uma série de aplicações onde eram encontrados ferros e aços, materiais metálicos e até outras resinas termoplásticas, como o PVC.

Por ter maior capacidade de fluxo interno, por exemplo, o PEAD permite um uso de diâmetros menores de tubos em relação aos feitos de ferro, o que gera uma economia de materiais.

Curiosidades

VERDE DUAS VEZES. O PEAD também é utilizado em aterros sanitários onde grandes mantas de PEAD são usadas para formar uma proteção e prevenir a poluição do solo e dos lençóis freáticos.

cadeira mesa pead

HAPPY HOUR. Se você frequenta bares e happy-hours, ou mesmo churrascos em condomínios com frequência, provavelmente vive se sentando em peças de PEAD. Isso porque a maioria das cadeiras, banquinhos e mesas de plástico em bares e lanchonetes são produzidos neste material.