Dia do reciclador: respeito por quem garante a sustentabilidade

No dia 22 de novembro, exaltamos o dia do reciclador, homenageando aqueles que garantem a sustentabilidade no nosso dia a dia

dia do reciclador
dia do reciclador

Como uma forma de conscientizar a população a respeito da importância da destinação correta de resíduos sólidos, o 22 de novembro é considerado o dia do reciclador. A data ganha uma maior importância ao observarmos que de todo resíduo produzido no Brasil, 30% tem potencial de reciclagem, porém apenas 3% deste total é efetivamente reciclado.

 

Por conta disso, como forma de ajudar na conscientização não só neste dia do reciclador, mas sempre, trouxemos um conteúdo completo sobre reciclagem e estratégias que podem ajudar empresas e pessoas a se tornarem mais sustentáveis.

O que é reciclagem 

A reciclagem consiste na transformação de um material descartado em um novo produto, dando continuidade ao seu ciclo de vida. Assim, quando descartamos uma garrafa PET corretamente, por exemplo, possibilitamos que esse material seja transformado em novos produtos, voltando para a cadeia produtiva. 

Principais materiais recicláveis 

Existem diversos materiais recicláveis com tipos de reciclagem diferentes e que necessitam de atenção na hora do descarte para que não percam seu potencial de reaproveitamento. 

 

Entre os principais estão: 

Papel

Quase todos os tipos de papéis podem ser reciclados, entretanto é importante ficar atento a alguns pontos. Caso ele tenha entrado em contato com secreções humanas, o papel perde seu potencial de reciclagem e deve ser colocado na lixeira específica para rejeito. 

 

Exemplos de papéis mais comuns de serem reciclados: 

 

  • sulfite;
  • papelão;
  • papel de presente;
  • folhas de caderno;
  • embalagens de produtos.

Plástico

O plástico é outro material que pode ser facilmente reciclado, entretanto, nem todo objeto que tenha plástico em sua composição passará pelo processo de reciclagem, como fraldas descartáveis, esponjas, cabos de panela e plásticos termofixos, como acrílico ou celofane.

 

Exemplos de plásticos mais comuns de serem reciclados: 

 

  • CDs e disquetes antigos;
  • sacolas;
  • potes;
  • copos;
  • embalagens;
  • produtos PET;
  • canos;
  • brinquedos;
  • tubos.

 

Metal

O metal pode ser reciclado muitas vezes sem perder suas características e qualidade, porém, para reciclá-lo é preciso separar por tipo e característica. Assim, alumínio, ferro, aço e cobre passam por processos diferentes de reciclagem.

 

Exemplos de metais mais comuns de serem reciclados: 

 

  • latas de alumínio e de produtos alimentícios (óleo, leite em pó, conservas);
  • tampas de garrafa;
  • pregos; 
  • papel-alumínio; 
  • embalagens metálicas de congelados; 
  • folha-de-flandres.

 

Vidro 

O vidro é 100% reciclável e mantém suas características praticamente iguais quando reciclado, podendo passar por esse processo várias vezes sem perder qualidade. 

 

Entretanto, esse material também possui suas exceções que não são recicladas, como espelhos, cristais, vidros de janelas, vidros de automóveis, vidros temperados, ampolas de medicamento, porcelanas, tubos de TV e de computadores, cerâmicas, refratários e louças de porcelana.

 

Para esse tipo de resíduo, é muito importante tomar cuidado na hora do descarte, sempre sinalizando que tratam-se de materiais cortantes. Isso garante a saúde e integridade física dos catadores e recicladores, diminuindo o risco de cortes ao entrar em contato com os resíduos. 

 

Exemplos de vidros mais comuns de serem reciclados: 

 

  • frascos;
  • garrafas de bebida; 
  • potes de produtos alimentícios; 
  • copos.

 

É importante lembrar que não são somente os resíduos recicláveis que possuem potencial de reaproveitamento. Por isso, é necessário entender a diferença entre orgânico e rejeito, e porque descartar eles separadamente é a opção mais sustentável. 

 

Assim, salientamos mais uma vez a relevância do descarte correto, pois além de garantir a reciclagem dos produtos, você também preza pela saúde dos recicladores. Para isso é indispensável que objetos perfurocortantes, como cacos de vidro e agulhas ou contaminantes, como resíduos hospitalares sejam sinalizados corretamente antes de descartar. 

Soluções Trashin para reciclagem e reaproveitamento

Pensando em formas de implementar soluções sustentáveis para empresas e gerar impactos socioambientais positivos, nós atuamos principalmente de duas diferentes formas, que se adaptam melhor de acordo com a necessidade de cada cliente.

Logística reversa

Ao tratarmos de logística reversa estamos nos referindo ao processo de destinação e reaproveitamento dos resíduos gerados pelo consumo de produtos. Quando uma empresa implementa esse tipo de projeto, ela passa a se preocupar com o ciclo de vida do produto que ela criou. 

 

Isso significa que através da coleta e compra desse resíduo pós-consumo descartado, os fabricantes passam a reaproveitar o seu próprio resíduo na cadeia de produção dos mesmos ou de novos produtos. 

 

Essa atitude gera impacto positivo ambiental, mas também social, visto que resíduos que normalmente não seriam vendidos pelas cooperativas, passam a ser comprados pelos próprios fabricantes e aumentam, assim, a renda dos cooperados.

 

Se essa preocupação passasse a existir já no momento de desenvolver um produto, as indústrias conseguiriam implementar o processo de economia circular desde o início, evitando maiores investimentos para diminuir o impacto dos resíduos pós-consumo.

 

Além disso, todas as operações da Trashin são CO2 neutro, sendo compensadas a partir de créditos de carbono, ou ainda, carbono zero, com coletas feitas de bicicletas ou carros elétricos. 

Gestão de resíduos

Sendo considerado um dos caminhos mais eficazes para um desenvolvimento sustentável das empresas e, consequentemente, tornando-a mais bem vista no setor, a gestão de resíduos é a principal ferramenta para desenvolvimento inicial de uma consciência ambiental.

 

Esse conceito parte deste a educação de empresas e colaboradores sobre o descarte correto dos resíduos, até a sinalização, coleta, armazenamento, transporte, tratamento e destinação final dos materiais.  

Papel das cooperativas de reciclagem 

Responsáveis pelo melhor aproveitamento dos resíduos recicláveis, às cooperativas de reciclagem são quem garantem que estes descartes voltem para a cadeia produtiva da maneira correta. 

 

Assim, as cooperativas são soluções ambientais necessárias, que possibilitam também um alto impacto social através da geração de renda para os cooperados.

Trashin e o dia do reciclador 

Além de incentivar a conscientização do descarte correto dos resíduos recicláveis, para nós o dia do reciclador também é uma possibilidade de propor soluções sustentáveis para empresas que buscam estar de acordo com métricas em ESG

 

Assim, possibilitamos que não só pessoas estejam preocupadas em fazer mais pelo meio ambiente, mas também, instituições que necessitam falar sobre sustentabilidade além do dia 22 de novembro, dia do reciclador.