Carbono neutro: o que é e qual sua importância para empresas?

Ser uma empresa carbono neutro é cada vez mais relevante para todas as empresas em qualquer segmento de mercado. 

carbono-neutro
carbono-neutro

A ideia de carbono neutro, embora seja algo discutido há muito tempo, ganhou força em 2015, com o Acordo de Paris. Na ocasião, 195 países assinaram o acordo que tem como objetivo a redução do aquecimento global. 

 

Assim, com metas diferentes de acordo com sua realidade, cada país adotou ações junto a empresas, que começaram a substituir fontes emissoras de gases do efeito estufa por fontes renováveis e limpas.

 

Mas para entender como a ideia de carbono neutro se aplica nessa estratégia de diminuição na emissão de gases do efeito estufa, primeiramente é necessário entender seu conceito, e então como realizar essa compensação de forma correta. 

O que é o carbono neutro? 

Quando uma empresa se divulga como carbono neutro, o que ela está querendo dizer é que todo o dióxido de carbono emitido em suas atividades é compensado de alguma forma. 

 

Assim, essa neutralização pode ser feita a partir das emissões que a empresa tem controle, as provocadas indiretamente pela compra e consumo de energia elétrica ou térmica para a realização das suas atividades, ou ainda, que ocorrem em fontes que não pertencem ou não são controladas por ela.

 

Vale ressaltar que para uma empresa ser considerada carbono neutro, não é necessário que a empresa reduza as emissões em todos estes escopos ao mesmo tempo. É possível que ela escolha qual fonte dará mais atenção, e o restante poderá ser compensado de outras formas.  

Quais as formas de compensação? 

As reduções que não puderem ser extintas por meio do investimento em estratégias de neutralização de CO2 podem e devem ser compensadas por meio de projetos terceirizados, como reflorestamento, redução de resíduos, entre outros.  

 

Para isso, é necessário buscar projetos de compensação em empresas que vendam créditos com credibilidade no mercado. 

 

Na prática, isso ocorre quando a empresa não conseguiu reduzir uma quantidade x na emissão de gás carbônico em suas atividades. Para compensar, ela adquire créditos de um projeto de reflorestamento, por exemplo. 

 

Esse projeto é responsável por plantar uma quantidade suficiente de árvores que, pelo processo de fotossíntese, vão conseguir compensar todo o CO2 que foi emitido pela organização.

 

Assim, com a certificação da compensação, a empresa consegue abater da sua conta como se ela tivesse feito essa redução de CO2 na sua cadeia de produção. 

Como as metas de carbono neutro afetam as empresas? 

Contar com formas de neutralizar carbono em sua empresa, além de fazer com que ela seja vista como uma empresa preparada para adversidades, sejam elas relacionadas a riscos internos ou externos, é uma ótima forma de começar a estar de acordo com a agenda ESG.

 

Essa agenda vem sendo considerada uma forma de identificar quais são as organizações que pensam a sustentabilidade da empresa a longo prazo e, portanto, têm tendência a ter maior capacidade de enfrentar os desafios do mercado no futuro. 

Trashin e carbono neutro 

Aqui na Trashin todas nossas operações são compensadas a partir de créditos de carbono, além de contarmos com processos de coleta carbono zero, como as feitas de bicicleta. 

 

Todo esse processo foi recentemente certificado com o selo Eccaplan de carbono neutro, em que, em 2021, compensamos cerca de 9.912 kg de CO2 e neutralizamos 10.000 kg de CO2.

 

E a sua empresa, já procura ações para neutralizar as emissões de carbono?