Aço inox e seus 3 tipos de composição

O aço inox é um material que, além de reciclável como a maioria dos metais, possui imensa durabilidade, o que reduz o volume de resíduos nas suas várias aplicações.

aco-inox-1-big

O aço inoxidável, como sugere o nome, é topo tipo de aço que, por conta da sua composição, torna-se muito mais resistente à oxidação e a à corrosão. O inox é um aço mais durável e ao mesmo tempo possui um valor muito mais elevado do que aços carbono comuns. Isso faz com que as sucatas de inox também tenham um alto valor de mercado, beneficiando a economia circular pelo interesse de toda a cadeia na sua recuperação.

Aços inox de três tipos

São três os tipos principais de aços inoxidáveis. Eles estão, para facilitar a especificação, separados em séries (com numerações que correspondem às diferenças nas ligas). Como regra, o aço inox é definido por aços que contenham ligas de ferro e cromo – embora alguns dos tipos de inox contenham também altos teores de outros metais, como níquel, molibdênio e manganês. Há três tipos principais de inox:

Inox Martensítico

Entre os aços inoxidáveis martensíticos, o mais conhecido é o aço 420, com pouco mais de 12% de Cr e aproximadamente 0,35% de C. Somente depois de temperados, estes materiais passam a ser resistentes à corrosão. A alta dureza do material temperado (estrutura martensítica) faz com que estes materiais sejam muito utilizados na fabricação de facas. A resistência ao desgaste é muito forte.

Inox Ferrítico

Os aços inoxidáveis ferríticos contêm, em geral, uma quantidade de cromo superior a dos martensíticos. Isso melhora a resistência à corrosão, mas em parte sacrifica outras propriedades, como a resistência ao impacto. O mais popular dos aços ferríticos é o 430. Com cromo superior a 16%, é um material com ótima resistência à corrosão. Sua capacidade de estampagem é boa, mas estampagens muito profundas não podem ser conseguidas com esse tipo de aço.

Inox Austenítico

A adição de níquel como elemento de liga, em determinadas quantidades, permite transformar a estrutura ferrítica em austenítica e isso tem como consequência uma grande mudança em muitas propriedades. Os aços inoxidáveis austeníticos têm excelente resistência à corrosão e excelente soldabilidade. Os inoxidáveis austeníticos são utilizados em aplicações em temperatura ambiente, em altas  temperaturas (até 1.150º C) e também em baixíssimas temperaturas, o que os torna populares em equipamentos de refrigeração, câmaras frigoríficas e afins.