17/05: Dia Internacional da Reciclagem

Que esta data sirva como uma oportunidade de conscientização para, cada vez mais, a reciclagem fazer-se presente em nosso cotidiano

A reciclagem é um processo que requer constância. Pode-se afirmar, até mesmo, que “todo dia é um dia para reciclar”. Entretanto, isso não impediu a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência, e a Cultura) de convencionar a data de 17 de maio como o “Dia Internacional da Reciclagem”.

Este conteúdo dedica-se a evidenciar o processo de reciclagem mediante contextualização sobre a situação da gestão dos resíduos sólidos no mundo, com foco no Brasil. Além disso, é abordada a importância da reciclagem e quais resíduos possuem essa propriedade. Por fim, a contribuição da Trashin será destacada.

Uma problemática a nível global

Esta data tem alcance internacional e não é por acaso. A gestão de resíduos sólidos com a finalidade da reciclagem é uma urgência universal. Para se ter ideia, o país com melhores índices de reciclagem de produtos é a Alemanha com 65.5% de reaproveitamento dos resíduos potencialmente recicláveis descartados, segundo dados coletados pela European Environment Agency (EEA), de 2010 a 2019. Logo após, já no continente asiático, vem a Coréia do Sul com 59%. Os Estados Unidos da América, um dos maiores produtores de embalagens, possui 32%, segundo dados do United States Environmental Protection Agency (EPA).

Qual a realidade no Brasil?

No Brasil, a situação é ainda mais preocupante. Segundo dados coletados pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (ABRELPE), o país gerou 82,5 milhões de toneladas de resíduos sólidos no último ano (2021). Cerca de 45,8 milhões de toneladas foram direcionadas para aterros sanitários e somente cerca de 3% foram de fato reciclados.

A importância de reciclar 

A reciclagem é fundamental para o desenvolvimento sustentável de nossa sociedade. Ativar a economia circular reduz o nível de materiais a serem lentamente decompostos em lugares inadequados, como os aterros sanitários. Isso tudo ocorre em meio a um contexto de mudanças climáticas, altos níveis de emissões de carbono e exploração de recursos naturais. 

Quais resíduos são recicláveis?

Sempre é mister reforçar a importância do descarte correto dos resíduos, pois existem diferentes tipos de reciclagem. Logo, atente-se para realizar a separação entre resíduos recicláveis, resíduos orgânicosrejeito. 

Você já viu contentores com cores diferentes, certo? Pois então, as cores são normas do CONAMA para os resíduos sólidos recicláveis mais comuns como: plástico, metal, papel e vidro. Além destes, existem ainda materiais como os eletrônicos e as pilhas e baterias, que devem ser descartados em pontos de coleta específicos.

A Trashin possibilita a reciclagem e gera impacto socioambiental

A Trashin promove a economia circular mediante correta destinação dos resíduos recicláveis. Este trabalho é realizado através de contentores sinalizados de maneira personalizada, visando a simplificação do processo de descarte. Além disso, a empresa promove impacto socioambiental ao possibilitar ganhos econômicos para as cooperativas de reciclagem

Para exemplificar o sucesso da Trashin neste desafio, veja os seguintes números. Ao todo já são 1.434.370,86 kg de resíduos reciclados, gerando um impacto social de R$ 1.065.009,29.

Falando nisso…está por dentro dos principais debates sobre sustentabilidade no Brasil? Então escuta essa: criamos, em parceria com a Amcham, a revista ESG Trends, que explica, com uma linguagem palpável e prazerosa, o que é ESG e a importância de aplicá-la ao seu negócio.

Você tem interesse em saber mais sobre nossa empresa e nossos serviços? Preencha o formulário abaixo para que possamos entrar em contato!